Empoderamento feminino: Conceitos e importância

Não existe uma fórmula mágica do empoderamento feminino, mas algumas atitudes e mudanças podem ajudar você a ser cada vez mais forte e independente.

Empoderamento feminino: Conceitos e importância

   “Uma mulher empoderada conhece a si mesma, sabe das suas capacidades, conhece seus direitos e luta por eles.” 

Até bem pouco tempo as mulheres não tinham seus direitos básicos respeitados. Muito se fala do empoderamento feminino, mas poucos sabem o que realmente isso significa. Então, neste artigo vamos falar de forma simples e objetiva, sobre Empoderamento feminino: Conceitos e importância na vida das mulheres de hoje.

O que significa empoderamento feminino

O empoderamento feminino trata de incentivar que cada mulher encontre o poder que tem dentro de si. É aceitar e permitir que participem de tudo com os mesmos direitos dos homens. Não se trata somente de raça, religião, classe social ou das escolhas que ela faça em relação ao seu estilo de vida, mas de pessoas que nasceram no sexo feminino em geral.

Acima de tudo, é reconhecer seu valor e assegurar o papel individual das mulheres na sociedade. O empoderamento das mulheres é a base do feminismo. Em outras palavras, é fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e igualitária entre os gêneros. Enfim, respeitar e ser respeitada pelo que ela é e não pelo sexo, aparência ou profissão. Portanto, ela merece ser elogiada por seus méritos e não só pela beleza.

Um pequeno resumo da história sobre o tema

A palavra empoderar quer dizer dar ou atrair poder tanto para si próprio como para outra pessoa. O termo vem do inglês, empowerment, (que traduzindo significa fortalecimento). No entanto, o significado de empoderamento feminino usado aqui, ainda não é conclusivo na língua portuguesa. Mesmo assim, a expressão ganhou força nos últimos anos devido aos movimentos feministas, principalmente nas redes sociais. O termo é muito usado para descrever lutas populares, contra as injustiças e desigualdades entre homens e mulheres.

Não é de hoje que se fala em mudança social. Este conceito de empoderamento já percorre um longo caminho na história. Durante séculos as mulheres vem lutando para conquistar seu espaço. Tratadas apenas como reprodutoras, inferiores aos homens, tiveram sua inteligência e capacidades subjugadas, por isso não podiam ter os mesmos direitos. A conscientização feminista e a ação coletiva tem conquistado avanços significativos no desenvolvimento e nos direitos da mulher década após década.

O empoderamento feminino é um conceito criado para estabelecer ações e iniciativas que dão poder às mulheres, não apenas no mercado de trabalho, como também na comunidade, em espaços de debate ou mesmo em casa.

Conquistas que marcaram a história no Brasil

Em 1827, uma lei permite que mulheres brasileiras frequentem escolas fundamentais.

Em 1932, Bertha Lutz liderou o movimento que conquistou o direito ao voto feminino. Tornou-se deputada na Câmara Federal e permaneceu ocupando importantes cargos públicos. Dedicou-se para mudar a legislação trabalhista no que dizia respeito ao trabalho feminino e infantil.

Sem dúvida, isso foi só o começo, dois anos depois Carlota Pereira de Queiroz é eleita a primeira deputada do país. Mais tarde, em 2010 Dilma Rousseff é eleita a primeira mulher presidente do Brasil.

Durante a ditadura, as mulheres participaram efetivamente nas lutas pela democracia. Lutaram por seus direitos, pelo combate à violência doméstica, pela construção de creches, pelo direito ao aborto e pelo fim da ditadura. Muitas mulheres foram exiladas do país.

O movimento feminista mundial durante os anos 60, busca reconstruir o papel da mulher na sociedade. A pílula anticoncepcional ganhou destaque em 1961 provocando uma revolução nos costumes e liberdade sexual.

A criação da primeira delegacia da mulher em 1985, facilitou as denúncias de abusos domésticos. Maria da Penha Maia Fernandes, exigiu na justiça a condenação de seu agressor. Esta luta virou modelo para a Lei 11.340. Conhecida como Lei Maria da Penha.

Esta lei prevê mais rigor nas punições para violência doméstica e familiar no Brasil. Atualmente os agressores podem ser presos em flagrante ou ter prisão preventiva decretada. A lei prevê também medidas como: o agressor deve sair do domicílio e fica proibida sua aproximação da mulher agredida e dos filhos.

Fatos como estes mostra para as mulheres que antes eram incapazes de agir para se defender que elas podem e devem combater a injustiça e acima de tudo, reivindicar seus direitos sociais e econômicos.

Conheça seus direitos. Temos uma legislação específica para crimes de violência cometidos contra a mulher.

Saiba mais: www.gov.br

Empoderamento Feminino na ONU

Todas as mulheres precisam estar conscientes da sua importância, que merecem respeito e acima de tudo que seus valores vão muito além de beleza exterior. Guerreiras, enfrentado lutas diárias e, muito ao contrário do que pensam, de “frágil” elas não tem nada.

Numa sociedade mais justa e igualitária teremos um resultado positivo na economia, na política e na vida das pessoas. Pensando nisso, a ONU, Organização das Nações Unidas, elaborou os Princípios do Empoderamento Feminino. Veja os sete princípios da ONU:

1 – Estabelecer liderança corporativa de alto nível para a igualdade de gênero.

2 – Tratar todas as mulheres e homens de maneira justa no trabalho, respeitar e apoiar os direitos humanos sem discriminação.

3 – Garantir saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens trabalhadores.

4 – Promover educação, treinamento e desenvolvimento profissional para as mulheres.

5 – Implementar práticas de desenvolvimento empresarial, e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeia de suprimentos e marketing que capacitem as mulheres.

6 – Promover a igualdade por meio de iniciativas comunitárias voltadas ao ativismo social.

7 – Medir e relatar publicamente os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

Estes sete Princípios, os WEPs, são orientações às empresas de como promover a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres no local de trabalho, mercado e comunidade. Elaborado pelo Pacto Global da ONU e pela ONU Mulheres, os WEPs, estão baseados em padrões internacionais de trabalho e direitos humanos. É o reconhecimento de que as empresas são responsáveis pela igualdade de gênero e pelo empoderamento das mulheres. E acima de tudo, que participar, só trará benefícios para todos.

Baixe grátis: Os Princípios de Empoderamento das Mulheres

Baixe: Formulário de adesão disponível em Português

O Empoderamento feminino nas empresas

Empoderamento feminino - Conceitos e importância -Empoderamento feminino nas empresas

Ao ingressar na comunidade de WEPs, a empresa se compromete a colocar em pratica até os mais altos níveis da empresa. Assim como, o trabalho colaborativo em redes multissetoriais para promover práticas de negócios que capacitam as mulheres. Isso inclui remuneração igual por trabalho de igual valor, práticas de cadeia de suprimentos que atendam ao gênero e tolerância zero a assédio sexual no local de trabalho.

Para colocar em prática, um representante legal da empresa emite uma declaração de apoio da empresa, incentivando os líderes a usar os sete princípios como guias para ações que promovam e capacitam as mulheres no local de trabalho. O progresso é observado independentemente de sexo e outros parâmetros de referência.

Todas as empresas podem adotar os Princípios de Empoderamento das Mulheres. Juntando-se a mais de 2.000 empresas em todo o mundo. E com toda certeza, se beneficiar promovendo uma maior igualdade entre os gêneros.

O que é empoderamento feminino na prática

Uma mulher empoderada conhece a si mesma. É uma mulher que sabe o que quer. Conhece o seu papel e a sua importância na sociedade e na vida das outras pessoas. Ela sabe respeitar as outras mulheres, independente de raça, nível social ou do estilo de vida que elas levam. Acima de tudo, encoraja, apoia e ajuda as outras a descobrir o seu poder como mulher.

Alem disso, uma mulher empoderada conhece seus direitos, suas vontades, seus limites, seu corpo, seus desejos e sonhos. É paciente consigo mesma, entende o seu modo de desconstrução e crescimento pessoal.

Toma suas próprias decisões de acordo com a sua vontade. Coloca-se no lugar de outra mulher, respeita e não julga. Sabe respeitar as diferenças físicas, culturais, raciais e sociais de forma que valoriza cada mulher pelo que ela é. Aprende a entender o que cada uma representa.




Desse modo, o empoderamento, ao ser colocado em prática, contribui para o aumento da autoestima feminina. Trazendo uma vida melhor para todas as mulheres e não apenas para elas, como também, para todos com quem elas convivem.

Vamos fazer mais do que contar histórias, vamos fazer a diferença. Estamos reescrevendo nossos destinos. Então, cabe a cada uma, fazer a sua parte.

Empoderamento feminino: Frases famosas

Empoderamento feminino  Conceitos e importância-Empoderamento feminino Frases

“O feminismo não é tornar as mulheres mais fortes. As mulheres já são fortes, é mudar a maneira como o mundo percebe essa força”.

GD Anderson

“Mulheres bem-comportadas raramente fazem história”.

Laurel Thatcher Ulrich

“Quando as mulheres são bem-sucedidas, as nações são mais seguras, protegidas e prósperas”.

Barack Obama – Presidente dos EUA

“Não existe ferramenta para o desenvolvimento mais eficaz que o empoderamento das mulheres”.

Kofi Annan – 7º Secretário Geral da ONU

“Capacitar as mulheres é essencial para construir um futuro que queremos”.

Amartya Sen – Prêmio Nobel de Economia

“Quando as mulheres estiverem plenamente conscientes do seu poder, elas poderão usá-lo para transformar a si mesmas e ao mundo ao seu redor.”

Mirella Faur

Leia também: Grandes mulheres brasileiras

Por onde começar?

Há muitas maneiras pelas quais podemos implantar a igualdade de gênero em nosso dia a dia. Vale lembrar que, não é responsabilidade somente das grandes empresas e do governo fazer isto. Algumas atitudes devem ser tomadas pela própria mulher, enquanto outras, são responsabilidade das famílias e da sociedade onde ela vive.

Como a sociedade pode contribuir

A sociedade pode contribuir com o Empoderamento das Mulheres colocando em pratica algumas atitudes, para alcançar a igualdade de gênero. Veja as sugestões de ações que podem ser tomadas por todos.

  • Oportunidades iguais para todos.

Capacitar meninas e mulheres, e dar a elas opções de carreira com salários e benefícios igual ao dos homens na mesma função. Afinal, não adianta ter educação, e não ter opções de carreira. Esta é a chave para o crescimento econômico, a estabilidade política e a transformação social.

  • Dar as meninas e mulheres mais opções e controle em suas vidas.

As jovens querem mudar mais em suas vidas, querem mudar hábitos e costumes. Querem carreira e renda. Ou seja, querem desenvolvimento pessoal, físico, mental e espiritual.

  • Apoiar meninas e mulheres jovens a realizarem seu papel na sociedade.

As jovens de hoje já estão liderando a mudança, estão estudando e se profissionalizando cada vez mais.

  • Permitir que as mulheres sejam ouvidas, compreendidas e realmente incluídas nas decisões.

Mulheres que participam e tomam decisões aprendem a fazer melhores escolhas.

  • Capacitar as mães.

Com mais recursos e educação, elas mandam suas filhas para a escola.

  • Coloque uma mulher no poder…

Mulheres no poder, quebram barreiras e permitem o sucesso de outras mulheres.

  • Permitir o acesso à tecnologia.

A conexão mundial é vital para o crescimento intelectual das meninas.

Como a família pode contribuir

  • Incentivar as meninas a descobrir e seguir seus sonhos.

As meninas e seus pais precisam acreditar e querer grandes oportunidades para elas. É preciso envolver os homens no processo pela igualdade de gênero, assim eles entenderão a importância.

  • Acabar com a violência doméstica é essencial.

A violência doméstica nem sempre é praticada pelos maridos, pode ser praticada pelos pais, irmãos, tios ou padrastos. A agressão pode ser física, psicológica ou socioeconômica. Dessa forma, na maioria das vezes, torna a vitima dependente financeiramente do agressor o que faz com que ela permaneça a seu lado.

  • Valorizar de forma justa o trabalho das mulheres nas tarefas domésticas.

O trabalho de cuidar de crianças, idosos e doentes, sem remuneração nem reconhecimento dos demais, limita muito suas oportunidades. Trabalho este, muitas vezes realizado de forma incompatível a sua capacidade física. Esperar que este trabalho seja realizado de graça pela mulher, como se isto fosse obrigação só dela, já não é mais aceitável.

  • Acabar com o casamento infantil e o assédio sexual.

As meninas que se casam muito cedo não frequentam a escola, dessa forma, tem poucas ou nenhuma chance de melhorar sua situação ao longo da vida. O assédio sexual causa trauma para toda vida.

  • Encorajar as mulheres a vocações não tradicionais.

A quebra de rótulos oferece às mulheres novas oportunidades e liberdade econômica. Permitir, aceitar e incentivar as mulheres a pensar fora da caixa.

Como resultado, teremos as próximas gerações de mulheres líderes, capacitadas para transformar o nosso mundo.

Conclusão de Empoderamento feminino: Conceitos e importância

Em resumo, as escolhas dos líderes em uma organização deve ser justa. Oferecendo oportunidades iguais entre os gêneros sem distinção ou discriminação entre homens e mulheres. Todos devem ser tratados igual, com o mesmo respeito, incentivos e benefícios de saúde, segurança e bem-estar. Afinal de contas, as pessoas devem ser valorizadas por seus méritos.

Enfim, agora você já sabe como se tornar uma mulher empoderada, então divulgue essa ideia, compartilhe com sua família e amigas. Unidas somos mais fortes. Além disso, não deveríamos ter que lutar por nossos direitos, deveríamos tê-los e pronto!

Leia também: Grandes mulheres brasileiras

FONTES: Giving Compass / United Nations Global Compact 




Dirce Brand

Sobre a autora | Website

Meu nome é Dirce, sou do tipo "mulher prendada", à moda antiga, que faz de tudo um pouco. Desde criança sempre gostei muito de costurar, fazer artesanatos, arrumar a casa, cozinhar, plantar, e cuidar da saúde da família, na verdade, tudo que tem relação com auto-desenvolvimento me fascina, gosto de ser independente! Criei esse blog para dividir com você um pouco do que aprendi e que pode ajudar a facilitar a sua vida.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 × dois =

Seja o primeiro a comentar!